Alagoas

MEIO AMBIENTE

Pesquisadores da Ufal participam de série da TV Cultura sobre rios brasileiros

Valmir Pedrosa e Paulo Petter falam dos esforços para preservar o Rio São Francisco

Por Redação com assessoria 24/01/2023 20h08
Pesquisadores da Ufal participam de série da TV Cultura sobre rios brasileiros

A TV Cultura, em parceria com a produtora de cinema, Cena Um, lançou a minissérie “Caixa D’Água do Brasil”, que narra, em cinco episódios semanais, às quintas-feiras, 20h, a importância do bioma Cerrado como abrigo de nascentes que abastecem vários rios do Brasil, entre eles, o Rio São Francisco, que nasce em Minas Gerais e deságua em Alagoas. Dois episódios já foram veiculados na TV e estão disponíveis no canal da TV Cultura no Youtube.


A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) contribuiu com alguns conhecimentos para a produção dos episódios que se referem ao Rio São Francisco, com a participação dos professores Valmir Pedrosa, do Centro de Tecnologia (Ctec) e do Programa de Mestrado de Recursos Hídricos e Saneamento; e Paulo Petter, doutor em Geociências e professor do Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente (Igdema).

No segundo episódio, o Rio São Francisco já aparece com um dos personagens principais. São entrevistados pescadores que narram como a vida e a cultura de Piaçabuçu é ligada à foz do rio. No 5° episódio, será exibida uma entrevista concedida pelo professor Valmir Pedrosa, que integra o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF). "Em março do ano passado, fui convidado para comparecer na cidade de Piaçabuçu para gravar um depoimento às margens do rio São Francisco para os colegas que vieram fazer essa série”, conta Valmir.

Valmir Pedrosa falou sobre as ações para preservação do rio. “Relatei os esforços para dirimir os conflitos em torno do uso das águas do Velho Chico. O Rio São Francisco atravessou uma crise hídrica muito grande e agora está melhor. Existe uma articulação de entidades, autoridades e pesquisadores que se encontram periodicamente para debater o uso sustentável das águas e isso tem ajudado a criar uma conscientização ampla, já que é preciso envolver muita gente no trabalho de conservação do rio”, destaca o pesquisador.

Nos próximos episódios, Paulo Petter também estará na minissérie. Ele coordena pesquisas sobre o Velho Chico que incluem o monitoramento e avaliação da intrusão de água do mar no estuário, na região abaixo da cidade de Piaçabuçu (AL). “Em condições de vazões reduzidas, o rio diminui sua resistência, permitindo um maior avanço da onda de maré em direção ao seu interior, e em paralelo, gerando uma tendência de maior salinização desses canais internos”, destaca o professor

Episódio 1 - https://www.youtube.com/watch?v=krchmlYS0PE

Episódio 2 - https://www.youtube.com/watch?v=0BQYcLQAuXs


Valmir Pedrosa granvado para a minissérie

Paulo Petter monitorando o Rio São Francisco