Opinião

Santana do Ipanema recebe a campanha dos que não ajudaram a cidade durante as enchentes

Por Redação 18/08/2022 10h10 - Atualizado em 18/08/2022 11h11
Santana do Ipanema recebe a campanha dos que não ajudaram a cidade durante as enchentes

Quem mora em Santana do Ipanema, ou transita pela região, sabe bem as dificuldades que a cidade enfrenta. A falta de planejamento e infraestrutura, além de impedir a prosperidade econômica do município, coloca a antiga Santa Ana da Ribeira do Panema à mercê das forças da natureza: seca ou enchentes.

Em 2020, durante a pandemia, os santanenses sofreram com a força de duas enchentes. As águas do Riacho Camoxinho e do Rio Ipanema atingiram 855 casas. Dessas, 82 ficaram totalmente destruídas e outras 200 oferecem riscos e serão demolidas.


A cidade se reergueu muito à custa do auxílio de quem não tem ligação direta com o lugar. É o caso de empresas como Grupo Coringa, Solara e Carajás. Alagoanos de diversos pontos do Estado também se comprometeram e enviaram doações de cestas básicas, água, eletrodomésticos e dinheiro, que chegavam a quem mais precisava.

Ângela Garrote e Marx Beltrão estão entre os políticos que auxiliaram o povo santanense nas enchentes de 2020

Pode até parecer uma história emocionante, a da reconstrução. Mas, na época, a população percebeu que faltava o apoio de quem mais lhes pede ajuda em época de eleição: os políticos. E fora da lista de omissos está a deputada estadual Ângela Garrote, que teve 225 votos, e deu uma robusta doação de mantimentos; e o deputado federal Marx Beltrão, que teve 997 votos, e que foi pessoalmente levar e distribuir duas toneladas de alimentos. E os outros? Os da terra?

Bem, com as campanhas nas ruas já tem gente “subindo nos palanques” para pedir votos se gabando de ter feito uma postagem ou outra nas redes sociais pedindo ajuda para os sertanejos de Santana.

Como nas urnas bastam alguns cliques, os santanenses aptos a votar podem, com alguns cliques, mostrar a força que têm e retribuir a “ajuda de 2020” elegendo quem, de fato, se mexeu para ajuda-los.